Neste momento de pandemia, alguns relacionamentos amorosos podem ficar mais intensos. A quarentena impôs a alguns casais um convívio diário que até então não existia. Muitos passaram, inclusive, a viver sob o mesmo teto.

A advogada Renata Tavares Garcia Ricca, sócia de Santana Silva, Garcia e Melo Sociedade de Advogados, fala sobre o contrato de namoro e a importância de formalizar no documento que o casal não deseja constituir família. 

Fonte: Migalhas.

ssgm_admin

Sobre ssgm_admin

Deixe uma resposta

WhatsApp Vamos conversar